sexta-feira, 21 de julho de 2017

Transformar problemas em oportunidades


Desemprego...

Pode ser um momento para refletir, para repensar, para reinventar a nossa vida.

Vale a pena refletir.
Na vida...
O que gostas de fazer?
O que fazes bem?
O que me carateriza?
O que é importante para mim?
A que dás valor?

Vale a pena repensar-nos. 
Na vida...
É possível gostar de fazer outras tarefas?
É possível fazer diferente, fazer melhor?
Existe algo mais com que me identifico?
Tenho priorizado o que é importante?
Tenho dado valor aquilo que valorizo?

Vale a pena reinventar-nos. 
Na vida...
Vou olhar sob diferentes perspetivas.
Vou experimentar novidades.
Vou fazer de forma diferente.
Vou casar áreas distantes e distintas.
Vou acrescentar pormenores.
Vou reutilizar.
Vou criar.
Vou inovar.

Vou acreditar que tudo é possível!

E tu, vais aproveitar esta oportunidade?!
E tu, vais transformar problemas em oportunidades?!

Lei do menor esforço...


Lei do menor esforço...

Para nos relacionarmos com as outras pessoas devia haver um livro com regras. Era mais fácil.

Evitava muitos problemas e mal entendidos.

Há tanto desemprego.
Há tanto trabalho para fazer.

E ninguém disposto a trabalhar.
E ninguém quer problemas.

Querem trabalho fácil e bem remunerado.
Querem um emprego com qualidade.

Quando digo que não quero, não quero!


Quando digo que não quero, não quero! Porque é que insistem?!

Se vivemos numa democracia, devíamos ser livres para escolher de acordo com a nossa consciência.

Mas quando insistem que devemos comer carne, quando somos vegetarianos. Não me parece muito correto! Merecemos respeito!

Podemos estar errados, mas ninguém nos deve forçar a comer aquilo que não queremos!

Se as consequências das nossas escolhas não prejudicarem terceiros, a liberdade de escolha é nossa. A responsabilidade é nossa.

A minha liberdade termina quando começa a liberdade do outro.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Como quebrar o ciclo vicioso de comportamentos destrutivos?


Dependências...

Como quebrar o ciclo vicioso de comportamentos destrutivos?

Etapas do processo de mudança:
. reconhecer que temos um problema de dependência
. tomar consciência que precisamos mudar
. pedir ajuda a terceiros
. estabelecer objetivos de mudança
. assumir um compromisso de que vamos mudar
. ser disciplinado
. não nos culpar, se tivermos recaídas
. persistir em comportamentos de mudança
. desenvolver a nossa força de vontade
. treinar os comportamentos de mudança todos os dias
. festejar sempre os progressos

Sê saudável! Sê feliz!

terça-feira, 11 de julho de 2017

Que seja o melhor para todos!


Fim de um ciclo é o início de outro ciclo.

Fim de algo é quase sempre doloroso, pois implica perda desse algo e ao que lhe está associado.

Mas o início de algo pode ser maravilhoso, apesar do medo do desconhecido.

Estabilidade é bom e seguro, mas também pode ser um elemento castrador ao nosso desenvolvimento pessoal.

Que venha a mudança! 
Que seja o melhor para todos!