domingo, 29 de março de 2015

Deus



Confie…

As coisas acontecem na hora certa
As coisas acontecem exactamente quando devem acontecer!


Leia a primeira linha com atenção!!!


Se DEUS trouxe isto a você, Ele lhe trará algo através disto!

Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.

Cada momento, agradeça a Deus.

Saber viver




Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exacto. E então pude relaxar. Hoje sei que isso tem nome... auto-estima

Quando me amei de verdade, pude perceber que a minha angústia, o meu sofrimento emocional, não passa de um sinal que estou indo contra minhas verdades. Hoje sei que isso é... autenticidade

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... amadurecimento

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar uma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo. Hoje sei que o nome disso é... respeito

Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo, de tudo que não fosse saudável. Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início a minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... amor próprio

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projectos megalómanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é... simplicidade

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes. Hoje descobri a... humildade

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... plenitude

Quando me amei de verdade, percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco ao serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada. Tudo isso é... saber viver!"


sábado, 28 de março de 2015

FINLÂNDIA quer abandonar o ensino de disciplinas nas escolas


Finlândia


Partilho uma notícia surpreendente, ou não, já que  os finlandeses estão na vanguarda do ensino!
“Aquilo de que precisamos agora é de um tipo de educação diferente que prepare as pessoas para o mercado de trabalho”
“A Finlândia já tem um dos melhores sistemas de educação do mundo, que ocupa as posições de topo na matemática, nas línguas e na ciência dos prestigiados rankings PISA da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico. Somente países do oriente, como a Singapura e a China conseguem superar o país nórdico.
Políticos e especialistas em educação de todo o mundo olham para o país como um exemplo e tentam replicar nos seus sistemas de ensino o sucesso que lhe reconhecem.
Mas a Finlândia não está a descansar nos seus louros. Está a preparar a maior reforma na educação de sempre, abandonando o tradicional ensino por disciplinas e implementando um ensino por tópicos. Algumas disciplinas principais, como Literatura Inglesa e Física, já estão a ser eliminadas das turmas de 16 anos em escolas da capital Helsínquia.
Em vez disso, os jovens finlandeses estão a aprender por tópicos, como a “União Europeia”, que engloba a aprendizagem de economia, história, línguas e geografia. Num ponto de vista mais profissional, um aluno que queira especializar-se em restauração opta por um curso que inclui matemática, línguas (para clientes estrangeiros), competências de escrita e habilidades de comunicação oral.
Ou seja, nada de uma hora de história, seguida de uma hora de química e de uma hora de matemática. A ideia é eliminar uma das maiores interrogações dos estudantes: “porque tenho de aprender isto?”. No novo modelo finlandês, todos os assuntos leccionados estão interligados e existem motivos práticos para os aprender.
“Aquilo de que precisamos agora é de um tipo de educação diferente que prepare as pessoas para o mercado de trabalho”, explicou Pasi Silander, responsável pelo desenvolvimento da cidade de Helsínquia, ao jornal The Independent, salientando que com os avanços tecnológicos algumas formas de ensino deixaram de fazer sentido. “Os jovens já usam computadores avançados. No passado, os bancos tinham muitos funcionários a fazer cálculos, mas agora tudo mudou. Temos, portanto, de fazer as mudanças na educação necessárias para a indústria e sociedade modernas.”
A maioria dos professores sempre leccionou disciplinas individuais ao longo das suas carreias e por isso são muitos os que se opõem a estas mudanças. Não é difícil percebermos porquê: o novo sistema é muito mais colaborativo, forçando os profissionais de diferentes áreas a juntarem-se para definir o plano curricular. Marjo Kyllonen, responsável pela educação na capital finlandesa e um dos autores desta reforma, baptizou o novo modelo de “co-teaching” e assegura que os professores que concordarem com ele vão receber bónus salariais.
Cerca de 70% dos professores das escolas básicas de Helsínquia ja foram preparados para o novo modelo, de acordo com Silander. “Mudámos mesmo a mentalidade. É ligeiramente difícil convencer os professores a entrar na nova abordagem e a dar o primeiro passo… mas aqueles que o fizeram dizem que não conseguem voltar atrás.”
O novo sistema de ensino finlandês está a ser “testado” em Helsínquia, mas a intenção dos responsáveis da capital é que este seja aplicado em todo o país por volta de 2020.”

domingo, 15 de março de 2015

Apaixone-se e viva




Amanhã, apaixone-se.
Porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida.
É no dia seguinte que sabemos se o dia de ontem valeu a pena.
É no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho.
A vida da gente começa no dia seguinte e só existe uma maneira de viver: Apaixonado!
Por isto dance.  Dance como se ninguém o estivesse a ver.
Trabalhe como se não precisasse de dinheiro. Corra como se não houvesse a chegada.
Ame como se nunca tivesse sido magoado antes. Acredite como se não houvesse frustração.

Grite como se ninguém estivesse ouvindo. Beije como se fosse eterno,
Sorria como se não existissem lágrimas. Abrace como se fossem todos amigos.
Durma como se não houvesse amanhã. Crie como se não existisse crítica.

Vá como se não precisasse voltar. Acorde como se você nunca mais fosse dormir de novo.
Faça a próxima viagem como se fosse a última. Vista-se como se não conhecesse espelhos.
Proponha como se não existissem as recusas. Brinque como se não tivesse crescido.

Levante como se não tivesse caído. Case como se não houvesse outra.
Mergulhe como se não houvesse medo. Ouça como se não existisse o certo ou errado.
Fale como se não existisse o certo ou errado. Aprecie como se fosse eterno.

Viva como se não houvesse fim. Prefira ser invés de ter.
Sentir invés de fingir. Andar invés de parar.
Ver invés de esconder. Abrir invés de fechar.
Apaixonar-se é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal.
Prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere, regue e cuide.
Terá um jardim. Mas esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas.
Se desistir, não terá um jardim. Terá um descampado.
A paixão não se vê, não se guarda, não se prende,
não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica.
A paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso. Entre a dúvida e a certeza.
Entre aqueles que gostam do que fazem e aqueles que fazem o que gostam.
Apaixonados não esperam, agem. A paixão é o que faz coisas iguais serem diferentes.
Lembre-se que a arca de Noé foi construída por apaixonados,
que nada conheciam de navegação e de embarcação.

O Titanic foi feito por engenheiros profissionais, fabulosos, que queriam mostrar o seu poder.

Amanhã, quando acordar, pense se hoje valeu a pena e apaixone-se.
Porque em 24 horas vai entrar no dia mais importante da sua vida:
o dia seguinte...


Fonte: retirado daqui

terça-feira, 10 de março de 2015

Mexe-te




"Continuo a achar que a vida sabe o caminho que devo tomar. 
Que não é despropositada a viagem de ida. 
Que o percurso tem curvas retorcidas, subidas íngremes e descidas vertiginosas, mas o destino final será sempre onde me deverei encontrar.
Que a travessia não mostra sempre paisagens do paraíso. 
Que a viagem é longa mas vale a pena. 
Que o tempo corre enquanto nós o tentamos travar.
Que se não nos dispomos a viver, passamos a sobreviver. 
Que se não avançarmos o destino demora mais a chegar. 
Que, se não arriscarmos, não entendemos a travessia.
O caminho é nosso. De ninguém mais. 
O que não vale é ficar sentado à espera que ele passe. 
O que não vale é aguardar inerte. Amorfo. Calado. Apático.
O caminho é teu: mexe-te!"

Rita Leston

sábado, 7 de março de 2015

Atreve-te a viver


Rob Gonsalves




"Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Expor suas idéias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer...
Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas... é preciso correr riscos.
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...

Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes, são escravas;
Abrem mão de sua liberdade.
Só a pessoa que se arrisca é livre.

Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.
Não se arriscar é perder a vida..."


Soren Kierkegaard

domingo, 1 de março de 2015

6 requisitos para um casamento feliz




"Há seis requisitos necessários para um casamento ser feliz: 
o primeiro chama-se Fé, 
e os outros cinco, Confiança."

Elbert Hubbard